Evento na Praça Rui Barbosa abre as celebrações pela Semana da Pátria

0
328
Durante as homenagens pelo Dia do Soldado, na Praça Rui Barbosa, o prefeito Rafael Greca, acompanhado de crianças e professoras das escolas Vila Torres, Professor Brandão e Noely Simone de Ávila assistiu a uma breve encenação do Grito do Ipiranga, diante do prédio histórico da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba. Curitiba, 24/08/2018 - Foto: Valdecir Galor/SMCS

Durante as homenagens pelo Dia do Soldado, na Praça Rui Barbosa, nesta sexta-feira (24/8), o prefeito Rafael Greca assistiu a uma breve encenação do Grito do Ipiranga diante do prédio histórico da Santa Casa de Misericórdia. O prefeito estava acompanhado de crianças e professoras das escolas municipais Vila Torres, Batel, Dom Manuel da Silveira D’elboux, Mirazinha Braga, Professor Brandão e Noely Simone de Ávila.

A pedido de Greca, como forma de encenar parte da história brasileira aos estudantes, o soldado da PM Elder, trajado com farda de época e montado num cavalo branco, soltou o grito de independência (“Independência ou morte”). Uma referência ao ato do príncipe regente Dom Pedro I, que fundou a pátria brasileira em 7 de setembro de 1822.

A cerimônia desta sexta-feira foi a primeira de 12 festas pela Semana da Pátria que serão realizadas em Curitiba nos próximos dias. Serão dez eventos nas administrações regionais e um na Avenida Sete de Setembro. Além disso, haverá concerto do pianista Arthur Moreira Lima em seu caminhão-teatro, na Rua da Cidadania do Cajuru, na terça-feira, 4 de setembro.

A Regional Boqueirão abrirá as comemorações da Independência na sexta-feira (31/8). No sábado, 1º de setembro, a festa será na Regional Portão, e no domingo, 2 de setembro, no Pinheirinho. No dia 3, haverá celebrações nas regionais do Cajuru e CIC; no dia 4, nas regionais Tatuquara e Boa Vista; e no dia 5, em Santa Felicidade e Bairro Novo.

Regimento de Polícia Montada Coronel Dulcídio

Para a encenação do Grito do Ipiranga, o animal escolhido foi a égua Hilma, do plantel de equinos do Regimento Polícia Montada (RPMON) Coronel Dulcídio, unidade operacional mais antiga da Polícia Militar do Paraná, com origem na seção de Cavalaria da Província do Paraná, instituída em 28 de Junho de 1879.

Com 15 anos de idade, a égua se destaca por sua versatilidade, coragem e perfil calmo, ideal para eventos com grandes aglomerações de público. A Polícia Montada atua no policiamento ostensivo em ações de patrulhamento em shows, jogos de futebol, bem como na participação em desfiles.

DEIXE UMA RESPOSTA